HOME | FALE conosco | TRABALHE CONOSCO | CADASTRE-SE | Indique este SITE | Links | Portal
 
O INSTITUTO
PROGRAMAS
PARCERIA NOTA 10
Fotos do Verão
   
 Notícias sobre educação
 


Cerca de 150 alunos de escolas públicas aprendem a tocar flautas



Por: Portalodia.com


No lugar do barulho desenfreado da indisciplina, o som doce de flautas. Música erudita para ouvidos até então acostumados a batidas fortes e letras quase sempre vazias em conteúdo. E um mundo de descobertas para estimular o processo de ensino aprendizagem entre alunos e educadores de duas escolas públicas da cidade de Parnaíba, região norte do Estado. Foram 150 estudantes do ensino fundamental, inseridos no projeto de Iniciação Musical Flauta Doce desenvolvido pela Prefeitura da cidade em parceria com o Instituto de Qualidade no Ensino (IQE).


As unidades escolares Lima Couto e Caio Passos de Parnaíba ofereceram, com auxílio de monitores, aulas de iniciação musical para as crianças das duas escolas públicas da rede municipal de ensino através de ensino de teoria musical, solfejo (canto) e flauta doce. A meta do projeto é preparar os alunos para o aprendizado de outros instrumentos musicais, permitindo a sua participação em diferentes grupos instrumentais, inclusive na banda municipal.


A lei número 11.769, de 2008, obriga toda escola do Brasil a ter aulas de música ou incluir esse conteúdo nas aulas de artes dos ensinos infantil e fundamental. O prazo para isso acontecer foi no mês de agosto de 2011. E o objetivo não é aprender a tocar um instrumento ou a cantar, mas desenvolver a musicalização, como ritmo, coordenação motora, audição, entre outros.


Com isso, o projeto capacita os alunos a utilizar o instrumento e estimular o gosto pela música, desmistificando os tabus de que apenas os bem dotados conseguem tocar um instrumento. Adota também a concepção da cultura integral, colaborando na formação da criança, desenvolvendo a concentração, disciplina, desembaraço, autoconfiança, criatividade, sensibilidade, memória e raciocínio.


Mais que aprender música, o Secretário de Educação de Parnaíba, Alcenor Rodrigues Candeira Filho destaca a importância da iniciativa em outros ramos, como a melhoria do desempenho escolar e a socialização saudável dos alunos com escola, professores e outros colegas. "O aprendizado ultrapassa a música. O projeto também é voltado para a cidadania despertando interesse dos jovens para o aprendizado da música", pontuou.


"É a democratização do acesso à arte e à cultura de qualidade. Por se tratar de escolas públicas, o projeto opera na linha de inclusão social e temos também o objetivo de profissionalização individual. Há expectativa grande de que consigamos estimular a comunidade a ter acesso a esse bem cultural tão importante que é a música erudita", afirma Horácio Almendra, Presidente do IQE.


Vídeo: